Entre Céus e Poesia
Versos suspensos na aurora das manhãs
CapaCapa
TextosTextos
ÁudiosÁudios
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
PrêmiosPrêmios
ContatoContato
LinksLinks
Textos



 


     PRIMAVERA POÉTICA

 
     Quanta poesia bela / a inundar as flores
     do mais lírico perfume / nas manhãs que em mim ficou

     e quanto aroma hoje eu sou (...)
     espalhando-me pelo ar
     e emanando-me em seus versos / leve a fulgurar
     o beijo que eu lhe dei

     Nas nuvens de outono e primavera
     destes dias tão felizes

 
Entre céus e poesia
Enviado por Entre céus e poesia em 28/09/2014
Alterado em 08/12/2014
Copyright © 2014. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.